Contato

Coluna IILB Revista Leite Integral – A inteligência dos dados

A Ideagri disponibiliza, para produtores e técnicos, importante ferramenta para comparar a produtividade entre fazendas, filtradas por região e perfil do rebanho.

O Índice Ideagri do Leite Brasileiro (IILB) foi criado para oferecer uma visão do desempenho de fazendas profissionais do país, oferecendo, ao longo das suas edições trimestrais, uma rica gama de análises qualitativas e quantitativas, abrangendo vário

A INTELIGÊNCIA DOS DADOS

A Ideagri disponibiliza, para produtores e técnicos, importante ferramenta para comparar a produtividade entre fazendas, filtradas por região e perfil do rebanho.

O Índice Ideagri do Leite Brasileiro (IILB) foi criado para oferecer uma visão do desempenho de fazendas profissionais do país, oferecendo, ao longo das suas edições trimestrais, uma rica gama de análises qualitativas e quantitativas, abrangendo vários aspectos da atividade e consolidando-se como referência para o desempenho da cadeia produtiva do leite. Completando 3 anos de avaliações, a plataforma de acesso livre apresenta ferramenta que permite a comparação da produtividade de fazendas por região e perfil do rebanho.

A 10ª edição (IILB 10), disponibilizada em junho avaliou mais de 297 mil matrizes e 1.144 rebanhos. A produção diária de todos os rebanhos considerados foi de 4,3 milhões/dia, representando, no acumulado do ano, 1,6 bilhão de litros. Considerando o consumo per capita anual de 167 litros/ano, é o leite na mesa de mais de 9 milhões de brasileiros (Figura 1).

CENÁRIO NACIONAL

A produção de leite é uma das atividades mais importantes do agronegócio nacional. Além disso, também representa um importante papel social, já que a atividade está presente em 99% dos municípios brasileiros. Apesar dessa magnitude, muito tem se falado sobre a saída de produtores do negócio, especialmente os de menor porte. Pelo Censo Agropecuário de 2017, último dado disponibilizado pelo IBGE em 2018, aproximadamente 1,17 milhão de fazendas produziam leite de vaca no Brasil. Em relação ao Censo de 2006 houve uma redução de 13%, ou seja, cerca de 175 mil propriedades deixaram de existir, sendo que as propriedades que mais saíram do negócio foram as pequenas fazendas (22% de fechamento na faixa de até 5 hectares).

A atividade enfrenta muitos desafios tanto “da porteira para dentro”, como “da porteira para fora” como altos custos de produção do leite e preços pagos ao produtor. A produção de leite precisa ser eficiente para que o produtor tenha ganhos e a melhor forma para se obter ganhos é ter uma boa gestão dos recursos da propriedade.

Para produtores e técnicos, um ponto de partida é conduzir as fazendas para que sejam cada vez mais eficientes e rentáveis, independentemente de seu porte, para um futuro mais promissor na atividade. “Fazer o dever de casa” e aprimorar a gestão dentro da porteira, independentemente do tamanho, dará mais chances para que ela continue existindo e principalmente crescendo. A plataforma (https://www.iilb.com.br), de acesso gratuito para todos os produtores, técnicos e envolvidos na cadeia produtiva do leite disponibiliza valiosas informações para o aprimoramento da gestão e do planejamento, fundamentais para um crescimento sustentável e rentável.

BENCHMARKING INSTANTÂNEO

Com a mesma motivação que levou à criação do IILB – produzir informações e subsídios para a profissionalização crescente da atividade, a Ideagri, disponibiliza, para produtores e técnicos, uma ferramenta de comparação de seus dados. A produtividade pode ser comparada com a de fazendas profissionais, da mesma região e com o mesmo perfil racial, independentemente do porte da fazenda. A plataforma (https://simulador.ideagri.com.br) permite avaliar oportunidades de evolução e pretende estimular a busca por melhores desempenho e produtividade.

O simulador é um benchmarking instantâneo, acessível do celular ou do computador, de forma gratuita, que permite, a partir informações simples (localização e perfil racial do rebanho, volume de matrizes em lactação, produção média e valor recebido pelo leite), que qualquer produtor ou técnico obtenha inúmeras simulações. As comparações disponíveis são feitas com base na produtividade dos rebanhos avaliados no IILB e as simulações econômicas feitas com base na realidade do usuário. Os dados são apresentados em percentual, em quilos de leite e em reais, por dia, mês e ano.

A partir dos dados imputados, o simulador calcula a diferença da produção diária, mensal e anual do produtor em dois níveis. O primeiro, com as médias dos rebanhos ranqueados no Índice Ideagri do Leite Brasileiro, localizados na mesma região do país e com o mesmo perfil racial. A segunda comparação é com as propriedades que estão entre as 10% mais eficientes, também na mesma região e perfil. O produtor ainda verifica a diferença de faturamento total, ou potencial de ganho, nestas comparações.

O ponto alto do simulador é a possibilidade de comparar a receita total da fazenda com os valores médios obtidos por fazendas similares e, também, com as mais bem pontuadas na mesma categoria, de acordo com o IILB.

Nas figuras 2 a 6, a título demonstrativo, estão os resultados obtidos pelo simulador para um rebanho localizado no estado de Minas Gerais, com perfil racial denominado como Intermediário (Entre 93,75% e 75% ou 15/16 a 3/4 de sangue europeu leite), com 200 vacas em lactação com valor recebido de R$ 2,10 por litro de leite.

Vale destacar que a produtividade não está necessariamente relacionada ao porte da fazenda, assim, o simulador pode e deve ser usado por produtores e técnicos, independentemente do porte das fazendas. As três fazendas premiadas com o Troféu IILB 2021, pelo excelente resultado obtido ano passado, por exemplo, são fazendas pequenas ou médias. A fazenda Parousia, de Palminópolis (GO), que foi a campeã no perfil 1 (com mais de 93,75% de genética europeia), possui 200 vacas em lactação. A Fazenda Alto da Serra, a campeã do perfil 2 (com 75% de genética europeia) conta hoje com 64 vacas em lactação. A Fazenda Riacho do Porcos, que foi a campeã no perfil 3 (rebanhos mestiços) e campeã geral possui 190 vacas em lactação.

É muito importante o fato do resultado levar em conta o perfil do rebanho em termos genéticos e a localização da fazenda no país, fatores que influenciam diretamente nos resultados. Isso significa que o resultado é válido, relacionável e relevante principalmente porque o simulador faz seus cálculos sobre o banco de dados do IILB, e as informações derivam de dados reais e atualizados.

Os resultados podem surpreender muitos produtores, especialmente quando as comparações são feitas com os rebanhos mais eficientes, que alcançam excelentes produtividades. A ideia é que a comparação seja um estímulo para o produtor buscar melhor desempenho e lucratividade.

Simulador Ideagri

s aspectos da atividade e consolidando-se como referência para o desempenho da cadeia produtiva do leite. Completando 3 anos de avaliações, a plataforma de acesso livre apresenta ferramenta que permite a comparação da produtividade de fazendas por região e perfil do rebanho.
A 10ª edição (IILB 10), disponibilizada em junho avaliou mais de 297 mil matrizes e 1.144 rebanhos. A produção diária de todos os rebanhos considerados foi de 4,3 milhões/dia, representando, no acumulado do ano, 1,6 bilhão de litros. Considerando o consumo per capita anual de 167 litros/ano, é o leite na mesa de mais de 9 milhões de brasileiros (Figura 1).

A produção de leite é uma das atividades mais importantes do agronegócio nacional. Além disso, também representa um importante papel social, já que a atividade está presente em 99% dos municípios brasileiros. Apesar dessa magnitude, muito tem se falado sobre a saída de produtores do negócio, especialmente os de menor porte. Pelo Censo Agropecuário de 2017, último dado disponibilizado pelo IBGE em 2018, aproximadamente 1,17 milhão de fazendas produziam leite de vaca no Brasil. Em relação ao Censo de 2006 houve uma redução de 13%, ou seja, cerca de 175 mil propriedades deixaram de existir, sendo que as propriedades que mais saíram do negócio foram as pequenas fazendas (22% de fechamento na faixa de até 5 hectares).
A atividade enfrenta muitos desafios tanto “da porteira para dentro”, como “da porteira para fora” como altos custos de produção do leite e preços pagos ao produtor. A produção de leite precisa ser eficiente para que o produtor tenha ganhos e a melhor forma para se obter ganhos é ter uma boa gestão dos recursos da propriedade.
Para produtores e técnicos, um ponto de partida é conduzir as fazendas para que sejam cada vez mais eficientes e rentáveis, independentemente de seu porte, para um futuro mais promissor na atividade. “Fazer o dever de casa” e aprimorar a gestão dentro da porteira, independentemente do tamanho, dará mais chances para que ela continue existindo e principalmente crescendo. A plataforma (https://www.iilb.com.br), de acesso gratuito para todos os produtores, técnicos e envolvidos na cadeia produtiva do leite disponibiliza valiosas informações para o aprimoramento da gestão e do planejamento, fundamentais para um crescimento sustentável e rentável.

Com a mesma motivação que levou à criação do IILB – produzir informações e subsídios para a profissionalização crescente da atividade, a Ideagri, disponibiliza, para produtores e técnicos, uma ferramenta de comparação de seus dados. A produtividade pode ser comparada com a de fazendas profissionais, da mesma região e com o mesmo perfil racial, independentemente do porte da fazenda. A plataforma (https://simulador.ideagri.com.br) permite avaliar oportunidades de evolução e pretende estimular a busca por melhores desempenho e produtividade.
O simulador é um benchmarking instantâneo, acessível do celular ou do computador, de forma gratuita, que permite, a partir informações simples (localização e perfil racial do rebanho, volume de matrizes em lactação, produção média e valor recebido pelo leite), que qualquer produtor ou técnico obtenha inúmeras simulações. As comparações disponíveis são feitas com base na produtividade dos rebanhos avaliados no IILB e as simulações econômicas feitas com base na realidade do usuário. Os dados são apresentados em percentual, em quilos de leite e em reais, por dia, mês e ano.
A partir dos dados imputados, o simulador calcula a diferença da produção diária, mensal e anual do produtor em dois níveis. O primeiro, com as médias dos rebanhos ranqueados no Índice Ideagri do Leite Brasileiro, localizados na mesma região do país e com o mesmo perfil racial. A segunda comparação é com as propriedades que estão entre as 10% mais eficientes, também na mesma região e perfil. O produtor ainda verifica a diferença de faturamento total, ou potencial de ganho, nestas comparações.
O ponto alto do simulador é a possibilidade de comparar a receita total da fazenda com os valores médios obtidos por fazendas similares e, também, com as mais bem pontuadas na mesma categoria, de acordo com o IILB.
Nas figuras 2 a 6, a título demonstrativo, estão os resultados obtidos pelo simulador para um rebanho localizado no estado de Minas Gerais, com perfil racial denominado como Intermediário (Entre 93,75% e 75% ou 15/16 a 3/4 de sangue europeu leite), com 200 vacas em lactação com valor recebido de R$ 2,10 por litro de leite.

Vale destacar que a produtividade não está necessariamente relacionada ao porte da fazenda, assim, o simulador pode e deve ser usado por produtores e técnicos, independentemente do porte das fazendas. As três fazendas premiadas com o Troféu IILB 2021, pelo excelente resultado obtido ano passado, por exemplo, são fazendas pequenas ou médias. A fazenda Parousia, de Palminópolis (GO), que foi a campeã no perfil 1 (com mais de 93,75% de genética europeia), possui 200 vacas em lactação. A Fazenda Alto da Serra, a campeã do perfil 2 (com 75% de genética europeia) conta hoje com 64 vacas em lactação. A Fazenda Riacho do Porcos, que foi a campeã no perfil 3 (rebanhos mestiços) e campeã geral possui 190 vacas em lactação.
É muito importante o fato do resultado levar em conta o perfil do rebanho em termos genéticos e a localização da fazenda no país, fatores que influenciam diretamente nos resultados. Isso significa que o resultado é válido, relacionável e relevante principalmente porque o simulador faz seus cálculos sobre o banco de dados do IILB, e as informações derivam de dados reais e atualizados.
Os resultados podem surpreender muitos produtores, especialmente quando as comparações são feitas com os rebanhos mais eficientes, que alcançam excelentes produtividades. A ideia é que a comparação seja um estímulo para o produtor buscar melhor desempenho e lucratividade.

Procure por conteúdos específicos:

Quer receber mais conteúdos para evoluir sua gestão de corte? Cadastre-se abaixo.

Ao se cadastrar declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Bovitech

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors