Contato

Coluna IILB Revista Leite Integral – Gestão que dá certo – COMPROVADO!

O senso comum é de que a gestão da informação é uma etapa importante para aumentar a eficiência nos sistemas de produção de leite. Nesta edição, a coluna IILB analisa o impacto da implantação de um sistema de gestão no desempenho das fazendas e oferece, por meio do Techmilk, uma opção para o controle de fazendas de pequeno porte sem custos, para vencer a barreira da dúvida sobre o investimento e sua efetividade, em tempos de pandemia.

No momento atual, repleto de desafios e incertezas em função da COVID-19, o poder da informação confiável também ganha destaque, seja no contexto epidemiológico, macroeconômico ou microeconômico – na gestão das empresas e dos negócios. Não há dúvidas de que empresas, sejam urbanas ou rurais, que possuem e utilizam informações confiáveis e precisas, têm um diferencial competitivo em relação às demais, saindo na frente na corrida para se manter na atividade, especialmente no agronegócio, quando falamos de fazendas de menor porte.

É necessário pontuar que a implantação de um sistema não é o agente de mudança por si, mas o bom uso das informações geradas por ele para atuar nas fazendas. Faz pouco ou nenhum sentido implantar controles apenas para acumular informações.

Os padrões de consumo de tecnologia das novas gerações ligadas ao campo vêm mudando de forma cada vez mais rápida e relevante. Ao mesmo tempo, perdura a dúvida sobre a relação benefício-custo da implantação de um sistema de gestão. Neste sentido, com a utilização do Techmilk, as fazendas de menor porte podem implantar um sistema de gestão básico e efetivo, gratuitamente, para que vivenciem, em sua realidade diária, os impactos da geração e utilização de dados de forma estruturada.

USAR UM SISTEMA DE GESTÃO MELHORA O DESEMPENHO DA FAZENDA?

Com o intuito de responder à pergunta, analisamos os resultados da implantação de um sistema de gestão em fazendas, com base em dados reais, para comprovarmos o efeito positivo esperado. Avaliamos a evolução do desempenho zootécnico ao longo de três anos (2017, 2018 e 2019), após a introdução dos controles informatizados.

Para tornar a análise mais específica, padronizamos os dados:

• Rebanhos com o perfil 1 do IILB, que têm mais de 93,5% de grau de sangue europeu, neste caso, predominantemente holandês.

• Rebanhos com até 200 vacas (a média do estoque de vacas nas fazendas avaliadas foi de 116 vacas).

• Rebanhos que implantaram o sistema de gestão no ano de 2016.

• Rebanhos que se qualificaram para a 5ª edição do IILB (IILB 2019)

Das 929 fazendas que participaram do IILB 2019, 28% eram do Perfil 1. Dessas, 45 eram de porte pequeno ou médio e implantaram o sistema de gestão no ano de 2016. A escolha do ano de implantação foi feita para que fosse possível avaliar os efeitos em um intervalo de tempo de três anos, considerado suficiente para que os impactos da adoção da tecnologia se refletissem nos índices das fazendas.

A primeira edição do IILB avaliou o ano de 2018 e a quinta edição, o ano de 2019. Excepcionalmente, para esta coluna, foi feito o cálculo da nota IILB das fazendas com o perfil definido para o ano de 2017. Assim, as análises apresentadas comparam as notas e indicadores do ano de 2017 com o ano de 2019.

ANÁLISE DO IMPACTO DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO NO DESEMPENHO ZOOTÉCNICO DA FAZENDA

Na tabela 1 estão os dados que mostram a evolução da nota média geral do IILB (que considera 12 indicadores) de 2017 para 2019. A melhoria na nota foi de 11,1%, passando de 4,00 para 4,45 pontos. O gráfico 1 revela o percentual de fazendas que melhoraram sua pontuação geral do IILB, após a implantação do sistema de gestão.

https://assets.izap.com.br/ideagri.com.br/uploads/site/blogs/2732/G01.png

Dos 12 indicadores que compõem o cálculo do IILB, 9 indicadores apresentaram evolução positiva ao longo do tempo. A tabela 2 apresenta os valores percentuais de fazendas que apresentaram melhor desempenho nesses indicadores.

Para a “Taxa de sobrevivência das fêmeas até 12 meses de idade”, a “Taxa de mortalidade de vacas”, e o “Del médio”, que são os três indicadores não contemplados na tabela 2, não houve melhoria perceptível ao longo dos anos e os indicadores tiveram uma tendência de manutenção.

Na tabela 3 estão elencados os valores médios obtidos nos indicadores. Refletindo o que foi verificado em relação à melhoria por fazenda, também nos valores médios, 9 dos 12 indicadores melhoraram após a implantação do sistema de gestão.

A análise dos dados mostrou que houve melhoria no desempenho zootécnico em 68,9% das fazendas, após a implantação do sistema de gestão, considerando a nota geral do IILB (Gráfico 1). As mudanças nos indicadores, ao longo do tempo, foram distribuídas em várias áreas, para a maioria dos itens.

Considerando que existem inúmeros fatores sobre os quais o produtor não tem controle, que estão fora da fazenda, fora da operação principal, como a cadeia de suprimentos “à jusante” ou o mercado “à montante”, fazer bem o que está ao seu alcance parece ser, sem dúvidas, algo a se considerar seriamente.

À Montante (upstream): no sentido do fornecedor (cadeia para cima). Exemplo: preços dos insumos.

À Jusante (downstream): no sentido do cliente final (cadeia para baixo). Exemplo: preço do leite.

É de extrema importância ressaltar que o objetivo da análise aqui realizada não é negligenciar, em hipótese alguma, a importância da ação das pessoas na gestão das fazendas. O intuito foi mostrar que, com a ajuda de ferramentas adequadas, como um sistema de gestão, os produtores e técnicos podem identificar pontos que necessitem de atenção e atuar no sentido de aprimorar a eficiência produtiva, reprodutiva, sanitária e, por conseguinte, econômica na atividade leiteira. Por fim, em tempos de COVID – 19, informações confiáveis também se mostram valiosas para a gestão da atividade leiteira.

Para mais informações sobre o IILB, acesse o site www.iilb.com.br (a plataforma está disponível de forma gratuita para qualquer pessoa interessada nas análises).

Para mais informações sobre o Techmilk, acesse o site www.techmilk.com.br (confira detalhes e faça seu pré-cadastro, gratuitamente).

Procure por conteúdos específicos:

Quer receber mais conteúdos para evoluir sua gestão de corte? Cadastre-se abaixo.

Ao se cadastrar declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Bovitech

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors