Contato

Reportagem celebra a Fazenda Campo Alegre, de Luiz Alexandre Avelar, o “Xandoca”, como campeã do leite

A Fazenda Campo Alegre foi classificada entre as Top 100 fazendas mais bem pontuadas pelo IILB 11 e está, também, entre as TOP 50 maiores produtoras de leite do país, pelo ranking do MilkPoint. A equipe do Portal Patos 1, esteve na fazenda, que fica a 23 quilômetros de Lagoa Formosa, no município de Patos de Minas. Vanderlei Gontijo conversou com o empresário e agropecuarista, que atendeu a reportagem em companhia do veterinário Fabiano Gonçalves. Eles falaram sobre os métodos que levaram a propriedade aos excelentes resultados. Confira trechos do vídeo.

De acordo com o produtor “Xandoca”, a história da fazenda Campo Alegre teve início em 1997 com ordenha balde ao pé. Ao longo dos anos foram várias transformações, e com muita determinação e foco a fazenda cresceu. A propriedade possui uma ordenha de 12 conjuntos com extração automática, onde são feitas três ordenhas com três funcionários em cada uma, com produção média, no período avaliado, de mais de 21 mil litros de leite por dia, em dois barracões Compost Barn.

Usuário do sistema Ideagri, Luiz Alexandre relata: “O nosso crescimento constante se deve a evolução genética, aquisição de rebanho, determinação e foco. Sempre busco o melhor resultado com custo-benefício apropriado e uma gestão eficiente, baseada em fontes de dados para a tomada de decisões”. (Fonte: campeãs do leite). Já o filho do empresário, o jovem Luiz Filipe trabalha como produtor de marketing da fazenda e no canal da propriedade no youtube conta a história e mostra como ocorreu o crescimento do rebanho leiteiro.

Os pontos chaves da Fazenda Campo Alegre se deve a evolução genética do rebanho, alimentação balanceada, conforto térmico, calendário sanitário e cuidado com a saúde e bem-estar dos animais, embasados na consultoria técnica de um zootecnista e um veterinário. Além disso, taxa de prenhez é muito ajustada e a utilização de um facilitador de secagem, empregado junto com a interrupção brusca da ordenha por volta de 53 dias, que proporciona efeitos positivos na saúde do úbere e no bem-estar das vacas, refletindo assim, na produção de leite da próxima lactação.

Atualmente a Fazenda Campo Alegre trabalha com 20 funcionários diretos na produção leiteira, além de outras dezenas de trabalhos indiretos. “A fazenda hoje virou indústria de leite (…) isso aqui hoje é uma soma de fatores e qualquer erro pode ser fatal. A margem do leite é pequena e tem que ser um trabalho acima da média. […] A vida do tirador de leite não é fácil, mas é muito prazerosa, a genética chegou evoluiu e estamos hoje em outros tempos e graças a Deus a Fazenda Campo Alegre chegou num patamar de referência e estamos pelejando para não deixar cair o nível”, disse “Xandoca”.

Procure por conteúdos específicos:

Quer receber mais conteúdos para evoluir sua gestão de corte? Cadastre-se abaixo.

Ao se cadastrar declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Bovitech

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors