Contato

Rúmina aposta em integrações com outras empresas para simplificar rotina e facilitar gestão de fazendas leiteiras

Ao unificar dados, o Ideagri, software de gestão oferecido pela empresa, atua como núcleo de gestão das propriedades

Frente a demanda por uma pecuária leiteira cada vez mais eficiente e sustentável, as integrações proporcionadas pelo Ideagri, sistema de gestão da Rúmina, ocorrem em um ritmo acelerado e de forma estratégica para facilitar a troca de informações e a tomada de decisão baseada em dados precisos. A conexão com sistemas de monitoramento animal e de ordenha automatizada proporciona inúmeros benefícios para o produtor de leite.

Como explica a gerente de Produto do Ideagri e Rúmina Insights, Rafaela Walteman, integrar permite o monitoramento em tempo real do estado de saúde do rebanho, identificar precocemente possíveis doenças, ajustar a alimentação e o manejo de forma mais personalizada e eficiente, resultando em animais mais saudáveis e produtivos. Além disso, as fazendas que adotam os sistemas integrados têm um aumento significativo na produtividade, na qualidade do leite e na rentabilidade do negócio, tornando-se mais competitivas no mercado. 

Em prol do contínuo desenvolvimento do mercado, a Rúmina realiza constantemente novas alianças estratégicas com diversas empresas a fim de integrar dados e facilitar a gestão dentro da porteira. Atualmente, já possui integrações, via Ideagri, com empresas como CowMed, MSD Saúde Animal (SenseHub), DeLaval (DelPro) e GEA (DairyPlan). Como prova do sucesso, a ferramenta está presente em 24 Estados brasileiros e em diferentes nações da América Latina, com mais de 6 mil fazendas e 4,7 milhões de animais cadastrados.

Essa integração com outros softwares, como também detalha a gerente de Produto, permite a entrada de dados em um único sistema, distribuindo automaticamente as informações para os demais. Um exemplo disso é uma fazenda com mais de 5 mil animais que utiliza o Ideagri, mais três softwares de ordenha e é adepta ao monitoramento animal.

 “Anteriormente, os dados eram inseridos manualmente em todos os quatro sistemas.  Agora, conseguimos otimizar esse processo para que a entrada de dados seja feita em apenas um sistema, o Ideagri. Isso libera tempo para os colaboradores se concentrarem no que realmente importa: analisar os resultados, definir estratégias e acompanhar o progresso”, enfatiza a profissional. 

Os benefícios das integrações na prática 

Ao pensar no desenvolvimento dos clientes, as integrações passam a ser uma ação para atender as necessidades dos usuários, já que o Ideagri tem como objetivo facilitar a lida no campo, lapidando as ferramentas já existentes. Muitas vezes, por exemplo, o interesse pela integração parte da própria empresa parceira a pedido de clientes em comum. 

Como conta o gerente Administrativo e Financeiro da Melkstad, Júlio Meirelles, como a fazenda possui mais de um sistema de ordenha, ela obrigatoriamente precisa centralizar os dados em um único local. A propriedade é a 2ª maior fazenda produtora de leite do Brasil de acordo com o levantamento do Top 100.  “Com as integrações, centralizamos todos os nossos dados no Ideagri, abastecendo todos os demais sistemas e isso é de grande valor para nós. Além disso, o Ideagri possibilita a conexão com o BI (business intelligence) o que nos permite sofisticação no gerenciamento do nosso rebanho, utilizando os dados atualizados em nuvem em um sistema configurado e personalizado do nosso jeito”, destaca. 

Para Meirelles, essas facilidades refletem na economia de tempo e qualidade dos dados, resultando em informações valiosas a partir do momento que se tornam integradas.  “Alguns sistemas não permitem edições no histórico do banco de dados, de forma que, se ocorre algum erro no passado e você precisa alterá-lo, acaba se tornando um desafio. Com o Ideagri, conseguimos tratar os dados, fazer uma curadoria e realizar ajustes para ficar com o banco de dados correto. Em resumo, é muito mais confiável ter a integração do que você não ter. A chance de você tomar decisões erradas é bem maior sem ela”, complementa.

Vale ressaltar que as integrações fazem parte de um processo colaborativo contínuo entre o Ideagri, as empresas parceiras e os clientes. A Rúmina se compromete em atender com precisão as demandas e, por isso, não desiste de contar com uma equipe de especialistas, o que permite que a cada novo passo, adquira ainda mais experiência para os desafios futuros. 

“Isso tudo permite a absorção de dados oriundos de outras plataformas, facilitando demais a vida dos envolvidos, evitando retrabalhos e minimizando drasticamente os erros. Em resumo, nós conseguimos fornecer uma experiência inteligente por meio de relatórios para os nossos usuários”, frisa o Head CX da Rúmina, Leonardo Araújo.

O que está ativo e o que está a caminho?

Atualmente o Ideagri se integra a sistemas líderes de gestão de ordenha, como o Delpro (DeLaval) e o Dairy Plan (GEA). Essas colaborações permitem a atualização automática de informações entre o Ideagri e os softwares parceiros, garantindo que os dados de pesagem e ordenha sejam compartilhados com maior facilidade.

Já a parceria com a CowMed oferece aos produtores uma visão abrangente das propriedades, permitindo a identificação de padrões comportamentais das vacas com o objetivo de melhorar a gestão da saúde do rebanho. De acordo com o CEO da CowMed, Thiago Martins, este é um marco importante para toda a cadeia leiteira e é uma evolução significativa, em que todos os elos saem ganhando.  

Com o SenseHub, da MSD Saúde Animal, o foco são as informações detalhadas sobre a reprodução, saúde, nutrição e bem-estar das vacas leiteiras, pilares fundamentais para o bom funcionamento das leiterias, como reflete a gerente de Produtos de Tecnologia da MSD Saúde Animal, Thatiane Kievitsbosch, ao pontuar a facilidade proporcionada ao produtor rural, otimizando tempo e reduzindo erros no momento da inserção proporcionados por uma plataforma única.  

Atento ao futuro do produtor de leite, o Ideagri também se debruça a novas parcerias colaborativas, uma delas, é com o Horizon, da Lely, que promete melhorar a gestão de ordenha com dados de fornecedores de ordenhadeiras robôs no Brasil. A primeira versão estará disponível em maio deste ano. Já as integrações com a Boumatic, GMZ, HerdMetrix e Datamars serão as próximas a serem desenvolvidas e permitirão a análise de dados relacionados aos procedimentos de ordenha e monitoramento animal nas propriedades.

Sobre a Rúmina 

A Rúmina é uma empresa de soluções inovadoras para a pecuária no Brasil e América Latina, com foco em apoiar os produtores de hoje a se tornarem os produtores do futuro: mais produtivos e sustentáveis. Por meio de tecnologia, transforma dados das fazendas em uma experiência digital inteligente, que apoia o produtor e empodera a cadeia a tomar decisões mais seguras dentro do negócio.

Engloba as marcas Ideagri, líder em sistema de suporte à tomada de decisão para pecuária de leite; OnFarm, solução digital que ajuda na saúde do úbere; RúmiCorte, solução de tomada de decisão para pecuária de corte; RúmiCash, fintech voltada à cadeia do leite; RúmiEduca, programa de educação contínua; Rúmina Insights, plataforma de inteligência de dados; RúmiTank, tecnologia com base em sensores para monitoramento em tempo real do funcionamento do tanque de leite e o RúmiScore, o maior benchmarking de produtividade e sustentabilidade da pecuária de leite do Brasil.

Mais informações: www.rumina.com.br

Procure por conteúdos específicos:

Quer receber mais conteúdos para evoluir sua gestão de corte?
Se cadastre abaixo.

Ao se cadastrar declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Bovitech

Anuncio
Texto do anúncio
Clique aqui
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors